Duas exposições must go in Paris pra quem ama moda: Martin Margiela e Azzedine Alaia

Duas exposições must go in Paris pra quem ama moda: Martin Margiela e Azzedine Alaia

Durante minha temporada na Europa, eu mostrei para vocês os principais desfiles da Haute Couture 2019, que serve de inspiração e base para o prét-a-porter.

 

E como Paris respira moda, além de desfiles, a cidade também tem exposições e museus para quem adora mergulhar na história do mundo fashion.

 

São Paulo, editorial Camila Quintão

 

Leia mais em:

 

 

Este ano as exposições dos estilistas Martin Margiela e do saudoso Azzedine Alaïa estão se destacando, tanto pelo contexto histórico das criações, como pelo savoir-faire dos próprios autores, que são referências em suas inovações.

 

Muito diferente do que vemos nas passarelas, em exposições podemos conferir de perto as peças e seus detalhes, descobrir curiosidades, e ampliar o conhecimento da história da moda e de seus criadores.

 

Vou compartilhar sobre essas exposições maravilhosas e mostrar as principais peças que me encantaram. Espero que goste também!    

Margiela

 

Conhecido por sua criatividade e irreverência, o estilista belga ganhou uma belíssima exposição no Musée des Arts Décoratifs. “Margiela, les années Hermès” celebra os anos em que Martin Margiela esteve à frente de uma das principais maisons francesas.

 

A homenagem dessa exposição apresenta, pela primeira vez na França, as coleções femininas de prêt-à-porter que o estilista desenhou quando era diretor criativo da maison parisiense Hermès, permanecendo a autencidade da sua própria marca entre 1997 e 2003.

 

Margiela foi o responsável por ousar e questionar a moda convencional, o que o fez ícone do universo fashion. O estilista é conhecido por pesquisar a roupa nos mínimos detalhes, estudar a construção da roupa pela sua desconstrução, revelar seu avesso e tornar aparente as etapas de sua fabricação.

 

Após inaugurar a Maison Martin Margiela, em 1988, decidiu, fazer do anonimato uma das suas características essenciais. Desta forma, ele omitia o aparecimento do seu nome em suas criações substituindo a etiqueta branca costurada nos quatro cantos como sua marca registrada.

 

Margiela foi convidado pelo então presidente e diretor artístico da Hermès, Jean-Louis Dumas, uma escolha obviamente com intuito em romper tendências, o que realmente combina com o perfil do icônico designer.

 

Sensualidade, conforto e autenticidade definem muito bem o que resultou essa união; além de cores monocromáticas e sóbrias que se opõem com Hermès. Com isso, é possível perceber na visita a dualidade de inspirações e ideias da Hermès e Margiela.

 

Não é à toa que ele é influência nas marca atuais, como Vêtements e Balenciaga.

 

 

MARGIELA

 

 

 

margiela

 

 

 

margiela

 

 

margiela

 

 

 

margiela

 

Imagens: Martin Margiela Exposição “Margiela, les années Hermès”

 

Azzedine Alaïa

 

O estilista franco-tunisiano Azzedine Alaïa é conhecido por evidenciar o corpo da mulher com um toque de erotismo e arte. O estilista morreu em novembro do ano passado, mas participou da curadoria das peças expostas até o fim de sua vida.

 

A exposição “L’alchimie secrète d’une collection” (A alquimia secreta de uma coleção”) destaca as criações do designer em 1992 em sua coleção primavera-verão inspirada na Marquesa de Pompadour e na corte de Versalhes.  A realiza desempenhou uma papel fundamental na promoção de artes e letras, o que fez a escolher como inspiração para a coleção.

 

Baseado nas peças do século XVIII, Azzedine Alaïa aplica em suas inspirações espartilhos, corpetes e cinto de couro perfurado ou serrilhada comparável. A cintura bem marcada e os seios mais levantados, como uma forma de enaltecer o corpo da mulher.

 

Durante a exposição, há um livro A alquimia secreta de uma coleção, de Prosper Assouline, onde se pode ter acesso às oficinas do designer durante o projeto de sua coleção, considerada uma das mais incríveis de sua carreira.

 

O designer sempre afirmava que tinha amor e apreço pelas roupas lindas e atemporais, e não quando estão cheias de detalhes e ornamentos que podem envelhecer o look.

 

 

 

AZZEDINE

 

 

 

AZZEDINE

 

 

 

AZZEDINE

 

 

 

azzedine

 

 

 

AZZEDINE

 

 

Imagens: Exposição Azzedine Alaïa  “L’alchimie secrète d’une collection”